AS DESCULPAS MAIS COMUNS PARA NÃO FAZER ATIVIDADE FÍSICA

0
681

Se as desculpas que inventamos para fugir da prática de exercícios físicos ocupassem espaço, elas tomariam cada canto da Terra e nossa espécie teria que se mudar para outro planeta.

Por que algumas pessoas (não, não adianta se esconder ou fingir que está olhando para o lado agora…) inventam tantas desculpas assim? Simples: porque fazer exercícios dá trabalho. Malhar requer um investimento substancial de tempo e esforço até que algum resultado seja visível. Havendo uma opção, todo mundo escolhe a opção ao invés dos exercícios. Que seja um chá picareta emagrecedor, um shake alienígena antigordura ou uma injeção de alcachofra no meio da testa. Havendo a opção, o sujeito vai na opção.

O equívoco com esse tipo de atitude está no fato da atividade física ser um componente importante da saúde. Todo mundo vai morrer um dia, mas malhar regularmente pode empurrar esse dia mais para frente – ou, pelo menos, tornar os dias intermediários mais divertidos.

Para facilitar seu trabalho, elaborei uma lista das 05 desculpas mais comuns que você pode querer ensaiar. Veja se bate com alguma sua:

1. EU NÃO TENHO TEMPO

Cara, essa é de longe a desculpa esfarrapada mais comum para escapar da malhação. A grande vantagem dela é exatamente essa: por ser tão comum, as pessoas se sentem à vontade para utilizá-la o tempo todo. Se todo mundo anda ocupado demais para malhar, porque você não estaria ocupado demais também?

Essa atitude é o típico Comportamento Negativo de Manada. Então, se as outras pessoas se alimentam errado, você se alimenta errado. Se elas assistem um programa de TV, você assiste o mesmo programa. Se elas avançam o semáforo, você avança o semáforo.

Seguinte, brother: tudo depende de QUAL manada você está utilizando para se comparar. Que tal observar, logo ali do outro lado da cerca, os Comportamentos POSITIVOS de Manada? Muitas pessoas com muito menos tempo que você se viram para conseguir uns minutos livres e dar uma corrida que seja. E se você começar a reduzir o tempo que passa pendurado na internet ou fuçando o Facebook ou babando na frente da televisão, quantos minutos sobrariam para investir no bem estar do seu corpo? Meia hora por dia estaria de excelente tamanho.

2. MALHAR É MUITO CARO.

Concordo, se você quiser participar daquela academia super exclusiva que abriu no shopping mais sofisticado da cidade e contratar um personal trainer por 40 horas semanais. Todavia, é perfeitamente seguro e legítimo dar uma caminhada na rua e fazer alguns abdominais em casa mesmo. Se o clima lá fora está ruim, você pode apelar para uma sessão de pula corda na sala ou uma subida e descida pelas escadas do seu prédio.

Vai dizer que estão cobrando entrada nas escadas agora? Sei…

3. VOU COMEÇAR NA PRÓXIMA SEMANA, MÊS, ANO, SÉCULO, MILÊNIO, ERA…

Como malhar dá trabalho, não surpreende que você queira deixar isso para um pouco mais tarde. Tem que se programar. Comprar uma toalha, um bom par de tênis, conferir o vento, a temporada de ciclones no oceano Índico, etc. Entenda que isso é só uma desculpa. O momento perfeito é quando você DECIDE. VOCÊ é quem faz o momento – ou vai começar a deixar os ponteiros do relógio definirem quem você é?]

4. MEU RECEIO É FAZER UMA M*RDA NA ACADEMIA.

O povo da academia em geral está em excelente forma e você odeia um vexame. As décadas de gestação de chope na sua barriga não ajudam muito, eu sei como é. Pode ser intimidante malhar ao lado daquelas minas com corpos esculpidos e dos caras que levantam um Fusca no supino enquanto você tropeça na sua língua só para ir ligar a esteira.

Se você quer de qualquer maneira frequentar uma academia, vai ter que deixar de lado essas bobeiras. Leia sobre malhação, converse com o seu preparador, determine claramente suas necessidades e suas metas, estude os equipamentos que você irá utilizar e como tirar o máximo proveito deles. O medo nasce do que não conhecemos e se alimenta do que não enfrentamos.

5. MAS EU JÁ SOU NATURALMENTE MAGRO.

Essa é pra passar raiva. Então vende um filhote da sua lombriga quando ele der cria, pô.

O fato é que algumas pessoas são naturalmente esguias e usam isso como justificativa. “Ah, se eu malhar vou virar um palito!”. Mas ser esbelto não aumenta sua margem de segurança: mesmo magro, a ausência de uma rotina de atividades físicas mantém alto o seu risco para doenças cardíacas. Para compensar o gasto calórico e não emagrecer ainda mais, basta seguir uma alimentação adaptada ao novo ritmo. Não tem mistério nisso.

E agora que a lista está pronta, você não precisa mais organizar suas desculpas. Olha só que beleza? Então troca de roupa e boralá dar uma corrida. Tô te esperando.

 

Deixe uma resposta