COMO TERMINAR UM RELACIOMENTO

0
346

Depois de tudo, o fim. As coisas foram boas por um tempo, começaram a deteriorar e por motivos diversos chegaram a um ponto onde simplesmente não dá mais. Você quer terminar. Se essa é a sua decisão irrefutável, pelo menos comprometa-se em conduzir o processo de maneira digna.

Terminar um relacionamento de modo civilizado é uma habilidade que TODO homem deveria dominar. Não é fácil – e certamente é o tipo de situação que os mais fracos se recusam a encarar. Contudo, um Homem de verdade sabe como colocar um ponto final de modo cortês e respeitoso, sendo um cavalheiro e não mais um imbecil. Para tanto, ele age da seguinte maneira:

  1. ELE SE PREPARA. Antes de mais nada, tenha certeza absoluta da sua decisão. Analise todos os prós e contras do modo mais racional possível. Será que vocês não estão passando apenas por algum momento turbulento ou será que as coisas não tem mesmo mais jeito? Faça-se esta pergunta várias vezes e reflita sobre sua resposta. Os sentimentos podem ser conflitantes, mas você deve chegar a um consenso bem fundamentado e de acordo com aquilo que seus instintos dizem.

Uma vez que você decidiu terminar, esclareça para si mesmo o “por quê”. Ter a lista dos “porquês” será importante para tornar a conversa rápida e objetiva mais tarde, além de oferecer lições valiosas para o futuro.

Entre em contato com ela e comunique que vocês precisam ter um papo sério. Não adiante o tema, mas permita que ela se prepare ao invés de pegá-la de surpresa. Marque o encontro em um lugar neutro e calmo, onde seja fácil levantar e ir embora caso necessário. Evite lugares que têm significados para vocês dois. Não tenha essa conversa na casa dela ou na sua, tampouco em algum lugar público e movimentado como um restaurante ou no shopping. Uma praça ou uma praia são cenários ideais.

  1. ELE DÁ A NOTÍCIA PESSOALMENTE. Nada é mais covarde e patético que terminar por telefone ou, pior ainda, por e-mail ou mensagem de texto. Se você não é capaz de terminar o relacionamento cara a cara, você não deveria sequer tê-lo começado.

Durante a conversa, coloque toda sua atenção nela. Não fique conferindo o celular ou olhando para o movimento ao redor. Sim, a situação será chata e desconfortável, mas ser um Homem significa não se esconder das próprias responsabilidades quando elas se apresentam.

  1. ELE É CLARO. As mulheres quase sempre tentam transformar essa conversa em algo sem fim. Eles querem falar sobre cada uma das razões e cada um dos seus sentimentos pela eternidade e mais além. Elas agem assim porque sabem que, no momento em que você sair, você será o “ex” dela. Não permita que isso aconteça, não embarque numa discussão longa e inútil: seu dever é comunicar o que você quer, apresentar seus argumentos e então ficar ali por alguns minutos, aguentando o tranco.

Trate-a com respeito e seja absolutamente claro sobre o quê você quer e por quê. A conversa do término não é o lugar para ser vago ou misterioso. Ela pode querer que você seja específico: “Por que você quer terminar?”, ela irá perguntar. Dizer “Ah, sei lá… eu não me sinto mais tão apaixonado assim” ou qualquer coisa do tipo é ser um covarde ou um narcisista – não um Homem. Você não precisa mostrar um catálogo com seus motivos ou abrir fogo com sua metralhadora distribuidora de culpas, mas tenha pelo menos uma lista mental de 3 razões sólidas para sua decisão.

  1. ELE NÃO CRIA ILUSÕES. Uma das coisas mais cruéis que você pode fazer é deixar um fio de esperança de que, quem sabe algum dia, em algum lugar, por algum motivo, vocês possam voltar a ficar juntos. Isso pode ser parecer uma gentileza, mas é apenas um sintoma de fraqueza.

Seja cortês, compreensivo, mas decidido. Vocês estão terminando, não dando um tempo (você não é mais um adolescente) ou decidindo entre fazer miojo ou tomar sorvete. Seja justo com ela – e digno consigo mesmo.

  1. ELE OUVE A REAÇÃO DELA. Ela terá uma reação emocional e a possibilidade de uma cena não pode ser descartada. Respire fundo e mantenha-se firme. Agora é hora de aguentar. Não bloqueie os sentimentos dela, não peça para ela ficar calma. Você a está chutando de sua vida e isso dói.

Durante o relacionamento, você sempre tentou evitar que ela sofresse e agora seu primeiro impulso é tentar enxugar as lágrimas dela. Não tente consolá-la nesse momento de sofrimento – isso só irá passar mensagens confusas sobre o que você quer realmente. Não faça esse movimento de compaixão, não diga que tudo vai ficar bem: VOCÊ é a razão por ela estar sofrendo. Arrancar um pedaço e assoprar não irá amenizar a dor da mordida. Deixe-a desabafar e encontrar o caminho de volta sozinha. Pode parecer cruel, mas essa é a única maneira dela cicatrizar adequadamente a sua ausência.

Se o caso de vocês é recente, provavelmente um único encontro será mais que suficiente para resolver tudo. Entretanto, se estamos falando de um casamento ou uma união de anos, é possível que outras conversas sejam necessárias. Não descarte essa possibilidade: se, depois do choque inicial, ela entrar em contato falando que algumas coisas ainda precisam ser ditas e quiser marcar outro encontro, agende novamente em um lugar neutro. Mas mantenha sua pegada sempre elegante, objetiva, firme e sucinta.

Deixe uma resposta