O QUE VOCÊ DEVERIA SABER ANTES DE CAIR DE AMORES POR ALGUÉM?

0
1531

Existe uma definição bem simples para o que é o Amor: “Amor é algo que se recusa a ser definido em palavras”. Porque o amor é como saltar de paraquedas: é um evento catalisador capaz de produzir emoções que vão da agonia ao êxtase.

A queda livre da paixão pode levar você a realizar as coisas mais incríveis e mais bestas da sua vida. Pode lhe deixar no maior estado de felicidade que você jamais conheceu, mas também pode naufragar você em profundidades abissais de tristeza, angústia, ciúmes e raiva.

Ainda que todo mundo seja capaz de reconhecer as emoções associadas ao amor, encontrar as exatas palavras para explicar esse sentimento é uma tarefa exigente. Mas uma coisa é certa: não importa se deu certo ou por quanto tempo deu certo, o fato é que Amar – e se jogar de um avião usando paraquedas – vale sempre à pena.

Então um belo dia você acha que encontrou a gata certa, aquela para quem poderá entregar 110% de seu coração. O Amor bateu à sua porta e você tem certeza de que tirou a sorte grande. “É hora de saltar”, você pensa.

Bem, em se tratando do universo irrequieto do Amor e para evitar acidentes de percurso previsíveis, antes de cometer a bobagem de transferir suas expectativas para um “futuro a dois” composto apenas por você e nenhum paraquedas reserva, recomendo que revise as seguintes diretrizes para o seu salto:

  1. Confira seu equipamento. Talvez você esteja agindo como um cavalheiro honesto e tratando-a exatamente como você gostaria de ser tratado, e oferecendo um compromisso como prova de sua integridade. Mas é preciso aceitar o fato de que oferecer esta cortesia a alguém não é garantia de que você irá receber a mesma consideração de volta. Algumas mulheres – as erradas, lógico – não irão se importar com seus sentimentos e colocarão você em um purgatório emocional. A vida tem dessas merdas. Enquanto estiver no solo – e por várias vezes até o momento de embarcar no avião -, confira se a mochila pesada que você está segurando contém um paraquedas e não uma pedra de gelo. Só porque você não está de brincadeira, não significa que a outra pessoa também não está.
  1. Quantas pessoas cabem no seu paraquedas? De repente ela é volátil demais e quer você e mais outros, ou é você quem quer mais do que ela tem para oferecer – mas a quer para você assim mesmo, juntamente com outras do harém que está montando. Contudo, se estão partindo para um relacionamento, vocês devem atender plenamente as necessidades emocionais e sexuais um do outro. Cada assunto tem seu lugar e cada coisa tem seu propósito. Não dá pra pendurar 50 pessoas em um paraquedas só, parceiro.
  1. Preferivelmente, opte por um dia de céu limpo. Se o amor é uma escolha ou não, esta é uma pergunta cuja resposta jamais teremos absoluta certeza. Entretanto, o que certamente é uma escolha é COM QUEM você irá ficar – presumindo, obviamente, que esta pessoa também queira ficar com você. Você irá amar mulheres que não merecem, lamento informar esta verdade. Então, se em algum momento seus instintos lhe disserem que ela não merece seu empenho, que apesar de tudo pronto aquilo parece uma tremenda furada, não salte. Espere por uma oportunidade mais sólida.
  1. Embarque apenas no avião que for decolar. Você conheceu a pessoa PERFEITA para você, mas ela ainda não está pronta para você. Talvez o problema esteja no alinhamento das estrelas ou nos ascendentes zodiacais dela, mas talvez o problema também esteja no fato de que algumas pessoas – pelo motivo que for – podem não estar dispostas a fazer os mesmos sacrifícios que você para levar uma relação séria adiante. Se o avião não dá sinais de que irá decolar, não fique rodeando ele na esperança de quem sabe talvez garantir um lugar na janela. Pode ser que aquele avião JAMAIS saia do solo com você dentro dele.
  1. Você sobe para saltar, não para voltar sentado na poltrona. Quando alguém disser que não quer um compromisso, acredite. É como se ela estivesse dizendo: “vou rasgar seu paraquedas”. Se ela insinuar qualquer coisa no sentido de que “ainda não está emocionalmente preparada”, ou que “precisa de um tempo para pensar”, ou que “não quer nada sério por enquanto” devido ao motivo X, Y ou Z, entenda de uma vez por todas: ela não quer um compromisso. Pelo menos não com você. Acate o recado e não perca mais seu tempo ali. Você não decolou para ficar discutindo traumas de infância. Você decolou para se jogar no ar.
  1. Se você colocou os pés na beirada e abriu a porta, é hora de dar mais um passo. Você não pode ficar ensebando o tempo que você quiser: se demorar demais e deixar passar o momento, sua janela para saltar já era. É preciso definir seus sentimentos e o que você quer – ou essa decisão irá bater na sua cara, cedo ou tarde. Seja esperto e aja cedo, não tarde. Se é para se lançar, então desobstrua a passagem e vá em frente! Mas antes de saltar…
  1. Posicione-se direito! Se o começo for complicado, pode ter certeza de que não irá ficar mais fácil daí em diante. Apesar dos filmes e de um monte de romances baratos terem lhe convencido de que “amor de verdade é aquele que vence todos os obstáculos”, a vida real mostra um cenário um pouco diferente. Isso não significa que você não deva se esforçar para fazer as engrenagens funcionarem, mas é recomendável manter-se alerta: algumas coisas não devem exigir muito trabalho, especialmente no começo.
  1. É inviável mudar as parafernálias durante a queda. É possível mudar seu corte de cabelo, seu nariz, seu emprego, sua cidade… mas se você não estiver bem consigo mesmo, não será um relacionamento que irá mudar isso. Transferir para outra pessoa a responsabilidade de modificar as imbecilidades que são suas não é um sinal de força, honra, coragem ou disciplina. É só imaturidade. Encontrar alguém que lhe ama, que valoriza suas virtudes e estimula a superação dos seus vícios é uma experiência sensacional, mas ser capaz de fazer isso em queda livre por si é tão importante quanto. Afinal, a quem você acha que cabe a incumbência de abrir o seu paraquedas?
  1. A temperatura externa não é da sua conta. O único indivíduo que você pode mudar em um relacionamento é você mesmo. A outra pessoa virá cheia de gostosuras e um tanto de problemas – e isso faz parte do pacote completo que ela é. Se não é capaz de lidar com o fardo inteiro, então não pegue para você. Quem não gosta de calor não vai trabalhar na cozinha.
  1. Cada salto é único. A sua história de amor, assim como a história da sua vida como um todo, será diferente de todas as pessoas que você conhece. Todo mundo tem suas próprias cicatrizes, bagagens e aprendizados. Seja inteligente para ouvir essas experiências a aproveitar delas o que for útil para promover seu crescimento como pessoa, mas não defina seu amor e sua história pelo amor e pelas histórias dos outros. Você não tem controle sobre todos os detalhes de todos os dias, mas pode controlar sua percepção e calibrá-la para deslumbrar-se sempre. Cada salto, assim como cada amor, cada beijo e cada dia, é único ao seu modo peculiar. Desfrute-os de acordo.

Deixe uma resposta