OS 4 ESTÁGIOS DO EMPREENDEDOR

0
704

Segundo Blaise Pascal, “é indispensável conhecermo-nos a nós próprios; mesmo se isso não bastasse para encontrarmos a verdade, seria útil, ao menos para regularmos a vida, e nada há de mais justo”.

Independente se você deseja atingir objetivos profissionais ou realizar alguma grande reviravolta pessoal, em qualquer empreendimento o processo se desenrolará ao longo de 4 estágios distintos.

Reconhecer os estágios que lhe aguardam ao longo desta investida, compreendendo o caminho e as armadilhas que se ocultam depois de cada curva, é a maneira mais sensata para avançar de modo sólido até o sucesso que você almeja, ao mesmo tempo em que diminui o risco de desistir no meio da missão.

ESTÁGIO 1: O INICIANTE ENTUSIASMADO

Você acabou de dar o primeiro passo para a mudança. Descobriu um website, leu um livro, encontrou um amigo, teve uma conversa, e seus olhos se abriram para as possibilidades. Uma decisão foi tomada. Pode ser perder peso, ganhar músculos, mudar de cidade, trocar de emprego, vencer a timidez, ir atrás da gata dos seus sonhos… no momento em que você se decide, o primeiro impulso é mergulhar de cabeça e fazer tudo acontecer num estalar de dedos, custe o que custar.

Ah, o estágio 1 é uma celebração animada! Você está com a corda toda e o futuro promete! Porém…

ESTÁGIO 2: O APRENDIZ DESILUDIDO

… Você está perseguindo seu objetivo há algum tempo e a ficha começa a cair. O “estalar de dedos” não funcionou. As coisas e o mundo possuem seu próprio ritmo e esta velocidade provavelmente não está sincronizada com a sua ansiedade em chegar lá.

Existem dificuldades, empecilhos, contratempos. Você tentou algumas coisas novas, aprendeu estratégias, se empenhou, mas os resultados… bom, vamos dizer que eles estão bem atrasados para a festa que você preparou. Você tem feito sua mágica, mas a realidade insiste em lhe presentear com paredes de insucessos, uma atrás da outra.

A dúvida cresce. Talvez você esteja fazendo tudo errado. Talvez não esteja melhorando ou progredindo o suficiente, você pensa. Aquela confiança inabalável do começo se esgotou e a desilusão bateu à porta.

Um número quase infinito de pessoas desiste exatamente neste ponto. Se você fez um bom planejamento estratégico de sua ideia – e isso inclui a elaboração de um cronograma realista de metas -, esta é a hora de rever sua agenda e fazer as correções necessárias. Não ceda à dúvida! Mantenha seu foco no quadro maior.

Quanto mais rápido você chegar ao estágio 2, melhor: alcance esses campos de dúvida e desilusão e então acelere o passo. Levante a cabeça e siga em frente. Você não precisa ficar aqui mais tempo que o bastante.

ESTÁGIO 3: O REALIZADOR CUIDADOSO

Nesta etapa, você assimilou a natureza do trabalho que se descortina. Alguns resultados começam a aparecer e sua confiança começa a retornar. A ideia agora não parece tão ruim e há uma alegria honrada por ter perseverado. Entretanto, você ainda não se tornou um mestre do destino. Algumas batalhas internas e externas irão ocorrer. O aprendizado está apenas começando.

O efeito mais legal do estágio 3 é que o sucesso em uma área da sua vida tem um efeito de tsunami nas outras áreas. Ele se espalha. Por exemplo: perder peso pode aumentar sua confiança para finalmente terminar aquele relacionamento emocionalmente desgastante, ou a mudança de cidade lhe dá um novo gás para assumir riscos e viver à altura de seu potencial.

No Estágo 3, a autoestima cresce, seu entusiasmo também, e as pessoas ao seu redor passam a reparar nisso. Você descobre que deseja continuar aprendendo. Os insucessos e percalços não drenam sua energia – eles simplesmente servem de combustível para impulsioná-lo ainda mais.

ESTÁGIO 4: O CONQUISTADOR CONFIANTE

É aqui que você se torna bom de verdade na sua missão. Ainda que o objetivo final não tenha sido 100% atingido, você compreendeu o jogo, decifrou o tabuleiro.

Sim, planos não são promessas divinas. Metas e cronogramas são negociáveis. Tropeços acontecem, mas são apenas isso: tropeços. Uma pedra no caminho não define quem você é, e o universo não está conspirando a seu favor. O universo tem mais o que fazer que ficar maquinando sobre seus desafios. A sua parte no acordo consiste em melhorar suas probabilidades por meio de adaptação, empenho, disciplina e trabalho consistente, sim – afinal, o trabalho duro sempre ganhará do talento quando o talento não trabalhar duro.

O importante é que você está no rumo do seu destino e entendeu como vencer as intempéries. Exceto pela morte ou um apocalipse planetário, nada e ninguém poderá lhe deter.

Neste momento, reflita sobre sua própria vida e as metas de desenvolvimento pessoal que você tentou implementar sem sucesso até aqui. Pense em qual desses estágios você permitiu-se sabotar. Quantas vezes perdeu a motivação quando olhou o tamanho da montanha na sua frente e deixou que a dúvida e a hesitação diminuíssem você?

Se você não é capaz de erguer a cabeça e olhar para além da curva das suas fraquezas, seu destino será atolar-se no estágio 2. Pessoas que se perdem neste estágio frequentemente acham que os outros são diferentes, que as pessoas que conseguem o que querem devem ter algo especial que elas mesmas não possuem. Um dom, um anjo da guarda, uma sorte escrita nas estrelas. Mas isso não poderia estar mais distante da verdade. TODOS nós passamos por estes 4 estágios. A única diferença de quem obteve sucesso foi o fato de que esta pessoa venceu a fase da dúvida. Ela persistiu.

Quando as barreiras e as dificuldades surgirem no estágio 2, quando você pensar em desistir, lembre-se com toda clareza de porque começou. Procure aquela vontade imensa do estágio 1 dentro de você. Toda aquela energia está lá! Traga-a à tona. Use-a para enxergar novamente seu objetivo com clareza, acima das nuvens da dúvida.

Empreender é uma das aventuras mais fantásticass que um ser humano pode realizar. Não é fácil, mas também não é impossível. Não se deixe distrair pelas pequenas quedas: aceite perder algumas batalhas. Os virtuosos ingênuos e os sonhadores desatentos em geral desistem no estágio 2. Apenas os empreendedores ousados e indomáveis chegam no 4. Ouse ser indomável. Vá até lá – e comemore!

Deixe uma resposta