ALGUMAS COISAS QUE VOCÊ DEVERIA SABER SOBRE A VITAMINA K

0
89

“Vitamina K” é um nome genérico para uma família de compostos químicos que apresentam a estrutura 2-metiol-1,4-naftoquinona, uma vitamina lipossolúvel naturalmente presente em vários alimentos e disponível na forma de suplementos. Esses compostos incluem a Filoquinona (Vitamina K1) e uma série de Menaquinonas (Vitamina K2).

A Filoquinona está presente principalmente em vegetais folhosos verdes, como espinafre, brócolis e alface, mas também pode ser encontrada em boas quantidades em óleo de canola, cenoura, abóbora, romã, uvas e azeite de oliva, entre outras fontes.

As Menaquinonas possuem origem principalmente bacteriana, estando presentes em alguns alimentos fermentados e de origem animal. Os humanos produzem quase 100% de sua necessidade diária de menaquinonas a partir das bactérias que possuímos em nossos intestinos.

Os compostos da família da Vitamina K estão envolvidos em diversos processos essenciais para a saúde do organismo, incluindo formação de coágulos para estancar sangramentos, manutenção da saúde óssea e prevenção de doenças cardiovasculares.

Em comparação a outras vitaminas lipossolúveis, a Vitamina K está presente em quantidades mínimas no sangue, pois ela é rapidamente metabolizada e eliminada (20% na urina e 50% nas fezes), e apenas 30-40% de uma dose oral de Vitamina K é retida no corpo.

Poucas pessoas realizam dosagens de seus níveis de Vitamina K. Isso costuma ser realizado de maneira rotineira apenas em indivíduos em uso de anticoagulantes ou portadores de transtornos hemorrágicos – e, na maioria dos casos, por meio da aferição de um indicador laboratorial chamado Tempo de Protrombina.

Em pessoas saudáveis, os níveis de filoquinona variam entre 0,29 e 2,54 nmol/L (ou entre 0,1 e 2,1 mg/L). Contudo, ainda não está claro se essa medicação pode ser utilizada para determinar com o devido grau de confiança a concentração de Vitamina K no organismo como um todo.

Pessoas com concentrações sanguíneas de filoquinona levemente abaixo do nível normal não possuem indicação clínica para suplementação (lembre-se que a aferição sanguínea não mede a contribuição das menaquinonas para os níveis totais de Vitamina K). Infelizmente, ainda não existem dados para determinar o nível normal de menaquinonas em humanos.

A deficiência de Vitamina K só é considerada clinicamente relevante quando o Tempo de Protrombina encontra-se aumentado – um quadro relativamente raro na maioria dos adultos, sendo um pouco mais “comum” em idosos e pessoas com transtornos de absorção intestinal e/ou em uso de medicamentos que interferem no metabolismo da Vitamina K (p. ex.: orlistat, colestiramina e antibióticos que matam as boas bactérias no intestino).

Em pessoas saudáveis que consomem uma dieta variada, é quase impossível ingerir quantidades insuficientes de Vitamina K ao ponto de alterar testes de coagulação sanguínea, e a suplementação raramente é necessária ou indicada.

____

Referências:

1. Tamatani M et al. Decreased circulating levels of vitamin K and 25-hydroxyvitamin D in osteopenic elderly men. Metabolism. 1998 Feb;47(2):195-9. doi: 10.1016/s0026-0495(98)90220-7.

2. Booth SL et al. Effect of vitamin K supplementation on bone loss in elderly men and women. J Clin Endocrinol Metab. 2008 Apr;93(4):1217-23. doi: 10.1210/jc.2007-2490.

3. Shea MK et al. Vitamin K supplementation and progression of coronary artery calcium in older men and women. Am J Clin Nutr. 2009 Jun;89(6):1799-807. doi: 10.3945/ajcn.2008.27338.

4. Holmes MV et al. The role of dietary vitamin K in the management of oral vitamin K antagonists. Blood Rev. 2012 Jan;26(1):1-14. doi: 10.1016/j.blre.2011.07.002.

5. Hamidi MS et al. Vitamin K and bone health. J Clin Densitom. 2013 Oct-Dec;16(4):409-13. doi: 10.1016/j.jocd.2013.08.017.

6. Gröber U et al. Vitamin K: an old vitamin in a new perspective. Dermatoendocrinol. 2014 Jan-Dec; 6(1): e968490. Doi: 10.4161/19381972.2014.968490

7. DiNicolantonio JJ et al. The health benefits of vitamin K. Open Heart. 2015; 2(1): e000300. doi: 10.1136/openhrt-2015-000300

8. Schwalfenberg GK. Vitamins K1 and K2: The Emerging Group of Vitamins Required for Human Health. J Nutr Metab. 2017; 2017: 6254836. doi: 10.1155/2017/6254836

9. Fusaro M et al. Vitamin K plasma levels determination in human health. Clin Chem Lab Med. 2017 May 1;55(6):789-799. doi: 10.1515/cclm-2016-0783.

10. Simes DC et al. Vitamin K as a Diet Supplement with Impact in Human Health: Current Evidence in Age-Related Diseases. Nutrients. 2020 Jan 3;12(1):138. doi: 10.3390/nu12010138.

11. Zhang Y et al. Effect of Low-Dose Vitamin K2 Supplementation on Bone Mineral Density in Middle-Aged and Elderly Chinese: A Randomized Controlled Study. Calcif Tissue Int. 2020 May;106(5):476-485. doi: 10.1007/s00223-020-00669-4.

Deixe uma resposta