A FALÁCIA DOS DISCURSOS ANTI-ARMAS

0
173

Existe um argumento que a Esquerda vive ressuscitando:

“Se liberarmos a posse e o porte de armas, haverá uma carnificina generalizada no país”.

A presença de “armas” e “carnificina” no mesmo argumento rapidamente sugere uma associação de causa-efeito direta entre armas e carnificina, e a resposta emocional é igualmente imediata! Afinal, com exceção dos psicopatas e dos líderes comunistas (especialistas em assassinatos em massa), ninguém deseja testemunhar ou causar uma carnificina.

Entretanto… armas não matam: pessoas matam.

Os EUA são o país mais armado do mundo, com 100 armas de fogo legais (armas registradas) para cada 100 habitantes, e “sofrem” com uma taxa anual 5,3 homicídios intencionais para cada 100 mil habitantes.

A Sérvia, o segundo país mais armado do planeta, possui 58 armas legais para cada 100 habitantes e uma taxa anual de 1 homicídio intencional para cada 100 mil habitantes.

Em terceiro lugar vem o Iêmen, com 54 armas de fogo legais para cada 100 habitantes e uma taxa anual de 6,6 homicídios intencionais para cada 100 mil habitantes.

O Brasil possui cerca de 8 armas legais para cada 100 habitantes uma taxa anual de 30,5 homicídios intencionais para cada 100 mil habitantes.

Se a posse e o porte de armas legalizadas causam mais mortes, não seria o caso de os EUA, com 12 vezes mais armas que o Brasil, terem taxas de homicídios 12 vezes mais altas?

Apesar de os americanos terem mais armas, eles têm taxas de assassinatos 6 vezes menores que as nossas… Então o problema talvez não esteja nas armas, mas em algum outro lugar – e desviar o foco para um discurso especificamente anti-armas configura apenas uma conveniência para fugir da busca pela Verdade que deveria permear toda esta discussão.

Ameaçar as armas condenando-as a uma “carnificina inevitável” é utilizar um pretexto falacioso para provocar medo ao invés de motivar estudo, pesquisa, raciocínio e mudanças sérias realmente eficazes para combater a violência e os homicídios intencionais.

Os bandidos estão armados. E a melhor arma contra um bandido armado é um cidadão de bem armado.

Muito mais que o dinheiro, é o poder da pólvora torna todas as pessoas iguais.

 

Deixe uma resposta