O GRAMSCISMO CULTURAL PROGRAMOU VOCÊ PARA PEDIR INTERVENÇÃO FEDERAL

1
705

Para estabelecer uma Ditadura Socialista, o ambiente ideal consiste em concentrar o Poder ao máximo nos cargos mais altos do poder executivo. É esta concentração da força que torna a ditadura inevitável: quem controlar a Presidência, controlará a nação inteira.

Se você quer controlar as indústrias, o comércio, as finanças, o sistema de transporte e os recursos naturais de um país, o que poderia ser mais prático que concentrar o controle disto tudo em uma única figura – e controlar essa figura, garantindo um monopólio mais que suficiente para esmagar toda e qualquer concorrência?

Por isso, quanto mais nos deslocamos para a Esquerda no espectro político, em direção e para dentro do Socialismo, mais o poder vai sendo centralizado no ramo executivo do governo federal.

Uma parte da estratégia consiste em promover mudanças na legislação e exigindo garantias “Federais” para outras entidades. O dinheiro, a concentração dos impostos e os financiamentos discricionários são utilizados como isca e o anzol é o controle Federal centralizado.

A segunda parte da estratégia consiste em esquentar o ambiente político e psicológico até que as pessoas exijam uma “intervenção” de um poder sobre os demais. Por exemplo: promova o caos até o ponto em que a população passe a exigir que o PR feche o Parlamento e o STF, concentrando em si o poder absoluto. Na sequência, os Socialistas – em nome da preservação da “democracia” – realizam um contra-golpe e tomam a Presidência da República, que agora encontra-se no formato exato para que eles sigam em frente com seus planos.

Entende por que, quando você protesta exigindo o “Artigo 142 da CFB” ou qualquer outra forma de intervenção Federal, você na verdade está agindo como um marionete da hegemonia cultural Gramscista e ajudando os planos para o estabelecimento de uma Ditadura Socialista?

Acorde, Neo.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta